Happiness Door – Obtendo Feedback através da porta da felicidade

Daniel J. F. Nunes Nov 24, 2018 Blog, Gestão 3.0, Management 3.0, Projetos ágeis 0

Assim que uma pessoa se propõem a participar de um workshop ou treinamento, elas investem tempo, dinheiro ou ambos.  Então como facilitador destes eventos, tenho a obrigação de entender e aperfeiçoar a relação dos participantes com toda a estrutura e conteúdo oferecido. Para descobrir se estamos no caminho certo e quais ajustes precisam ser feitos, a obtenção do feedback é indispensável.

O que é feedback?

Feedback é um processo de alimentação que ocorre através do fornecimento de informações para o ajuste de desempenho, oriunda de uma análise baseada no senso crítico e não no senso comum.

Desta maneira, feedback não é uma opinião que expresse um sentimento ou emoção, mas sim um retorno que alimenta (validando ou invalidando) um dado comportamento ou realização com base em parâmetros claros, objetivos e verificáveis.

Qual ferramenta usar para coletar o feedback?

Estávamos em busca de uma ferramenta que promovesse a integração do time e que nos desse um feedback sobre o treinamento de forma rápida, pois os formulários de avaliação quase nunca são preenchidos e quando preenchidos não eram rápidos o bastante para que as melhorias fossem implantadas no curso do treinamento.

Pesquisando ferramentas e práticas que pudessem resolver o nosso problema, encontramos a “Porta da Felicidade”.

A “Porta da Felicidade” é uma prática criada por Jurgen Appelo. É uma mistura do “Mural de Feedback” com o “Índice de Felicidade”.

Mural de Feedback -> Os participantes simplesmente colavam anotações e colavam no quadro.

Índice de Felicidade-> Sugere que as pessoas indiquem sua própria felicidade em um contexto em uma escala de 1 a 5.

Porta da Felicidade = Mural de Feedback + Índice de Felicidade 

Vídeo do Jurgem Appelo explicando sobre a “Porta da Felicidade”

Utilizando a “Porta da felicidade” para obtenção de feedback em treinamento.

  • Criamos um mural com 3 estágios, aonde indicamos o nível de felicidade do participante.
  • Os estágios são representados por figuras: 1) Sol, indicando felicidade 2) Sol com nuvens, indicando uma posição neutra 3) Sem sol e com muita chuva, indicando insatisfação.
  • Solicitamos para que todos os participantes ao saírem da sala, façam uma anotação em um post it sobre a sua felicidade com o que está acontecendo no treinamento.
  • O que os participantes vão colocar na anotação é live, podem colar até um papel vazio, mas não podem sair da sala sem colar um post it na porta.
Treinamento Scrum Master, ERPAgile, Facilitado por Daniel J F Nunes

Conclusão

Para mim, o feedback é extremamente valioso para me tornar um melhor facilitador e atingir as expectativas dos participantes. Além disso, coloca uma pressão positiva em mim para fornecer um treinamento valioso e investir uma quantidade significativa de tempo na preparação.

Utilizando a “Porta da Felicidade” consigo corrigir alguns pontos ainda no decorrer do treinamento, aumentando as expectativas dos participantes.

Compartilhem e Deixem o seu comentário.

Meu nome é Daniel J. F. Nunes e a ideia é compartilhar.

Referências:

  • Appelo, Jurgen. Managing for Happiness: Games, Tools, and Practices to Motivate Any Team. 26 jun 2016
  • Appelo, Jurgen. Management 3.0: Leading Agile Developers, Developing Agile Leaders
  • https://management30.com/practice/happiness-door/

Write your comment Here